NOTÍCIAS

Apostamos no Sudeste Asiático

20/01/2021

A Semillas Fitó tem conseguido crescer e enfrentar o desafio da internacionalização, mantendo o seu compromisso de ser uma empresa independente e familiar. A chave deste crescimento foi a sua aposta na I+D+i, que recebe um investimento de 20% da faturação anual, sendo a empresa do setor agrícola que mais investe em investigação.

A empresa, que é uma referência clara nos mercados do Mediterrâneo e da América do Sul, inaugurou em 2014 a sua filial na Índia com o objetivo de entrar no mercado do sudeste asiático.

Falámos com Enrique Roca, Diretor de Vendas e Marketing do Sudeste Asiático, para conhecer os detalhes deste mercado e o seu valor estratégico.

Como é a agricultura no Sudeste Asiático?

A agricultura no sudeste asiático ainda se está a desenvolver. Os agricultores possuem parcelas muito pequenas onde trabalham eles mesmos. Na Birmânia, por exemplo, 70% da população vive da agricultura, que é pouco desenvolvida e tem pouco investimento em insumos. Não têm grandes conhecimentos sobre as principais tecnologias da agricultura moderna. Mas há razões para pensar que está a ocorrer uma mudança. Iniciativas como a da Fresh Studio no Vietname e a da Fresh Line na Birmânia são prova do início da modernização da agricultura nestes países. Ambas as empresas têm o objetivo de melhorar e assegurar a produção de alimentos.

Por que é importante para a Semillas Fitó o mercado do Sudeste Asiático?

A divisão de Hortícolas estabeleceu o objetivo de atingir os 75 M€ em faturação em 2022-23. Para atingir este ambicioso objetivo é necessária a contribuição da região do Sudeste Asiático. O SEA (Sudeste Asiático) é um dos pilares de crescimento ou “Growth Levers” da divisão em conjunto com a Foodture, “Processing” ou “Bulk Sales”. Quase 7% das vendas da unidade de negócio Hortícolas serão provenientes dessa parte do mundo em 2023.

Quais os países com maior potencial para a Semillas Fitó? Porquê?

Índia, Vietname, Tailândia, Taiwan, Malásia e Birmânia. Em primeiro lugar, a Índia, não apenas pelo enorme volume do seu mercado (mais de 13,5 milhões de hectares), mas também pelo seu crescimento, especialmente da agricultura protegida. Atualmente, já existem mais de 12.000 hectares de estufas e com taxas de crescimento anual de dois dígitos.

Quais as culturas com maior potencial de vendas para a Semillas Fitó nesta zona?

As variedades de tomate, pimento e melão parecem ser as que se adaptam melhor às condições de cultivo destes países. Lançamos recentemente o primeiro catálogo da Fitó para o Sudeste Asiático com variedades de tomate, pimento, beringela, pepino, melão, abóbora e melancia. À medida que forem abertos mais programas de investigação, seremos capazes de desenvolver variedades que ganham quota de cliente em países onde antes não estávamos presentes.

A curto/médio prazo, quais os principais objetivos a atingir? E a longo prazo?

O objetivo é crescer organicamente e estabelecer vendas com os clientes. Construir e formar uma equipa sólida. Nos próximos 5 anos, criar as bases para um crescimento contínuo e rentável. A vantagem dos mercados asiáticos é que eles estão em plena transformação de uma agricultura de subsistência para uma agricultura de maior valor acrescentado. Esta transformação está a ocorrer impulsionada pelo crescimento do poder e compra destes países, e também porque são centros de produção agrícola para o resto do mundo. Isto está a resultar na profissionalização progressiva dos agricultores e ao uso de técnicas e híbridos de maior qualidade.

Quais são os principais desafios? O que podemos fazer para lidar com os mesmos?

Infelizmente, a entrada da Semillas Fitó na Ásia está um pouco atrasada e os nossos principais concorrentes internacionais têm posições muito consolidadas nesses países. Também as empresas locais, através de alianças e colaborações, deram um grande passo em frente. Felizmente, todos estes mercados continuam com taxas de crescimento bastante elevadas, o que deve permitir à Semillas Fitó encontrar o seu lugar, especialmente no segmento de maior valor acrescentado.

Atualmente a Semillas Fitó conta com dez filiais em todo o mundo e presença direta em outros 10 países. A estratégia de internacionalização da empresa é baseada na proximidade, um valor diferencial da empresa, cuja vocação é trabalhar junto do agricultor para o ajudar a desenvolver o seu negócio através das sementes adaptadas aos terrenos e climas locais.

  • Compartilhar:

Últimas notícias

08/04/2021

Em Portugal aperfeiçoámos as variedades locais de melão, recuperando estes sabores que tanto nos identificam e de forma a que os melões cultivados sejam competitivos e tenham uma maior intensidade de sabor.

15/03/2021

Sabe quais foram as primeiras variedades da Semillas Fitó?

24/02/2021

Monterosa, Nippo e Crü são finalistas nos World Food Innovation Awards

22/02/2021

Novo escritório na Turquia

CONTACTE-NOS

Consulte a nossa rede comercial em todo o mundo

Escritório Central

Selva de Mar 111 08019 Barcelona España
Tel.: 93 303 63 60 · Fax: 93 303 63 73

info@semillasfito.com